sábado, 10 de março de 2012

Anonymous Ataque em 03/2012: Barcas do Rio de janeiro


  Muita gente me pergunta porque escrevo tanto sobre os Anonymous, mas a explicação é bem simples. Todos nós sempre estamos revoltados com alguma situação ou fato injusto, o qual, geralmente, não temos meios para lutar, pois ou ocorrem a certa distância, ou em determinada esfera nunca alcançada pela justiça.  Sabemos que a lei serve a quem tem poder, por isso vemos corrupção, suborno, tráfico (de drogas ou influência) e impunidade. 
   Democracia sempre foi a palavra usada para nos convencer de que temos algum poder de mudar a sociedade, espantando o fantasma de outras ideologias. Não perca o seu direito democrático, cuidado com outras formas de luta, podem levar a ditaduras. Acuados e sem ter opções, abraçamos a democracia e, através do voto, tentamos melhorar o país. 
   Após a ditadura militar dos anos 70, a economia está em franco crescimento, o país se desenvolvendo em rítmo acelerado, mesmo com a crise internacional, mas os crimes que sempre ocorreram, nos sucessivos governos, nunca param e pior, continuam impunes.  Agora entramos numa nova era, depois da internet nada será como antes! Quem tiver algum conhecimento dessa área pode tentar expor as injustiças, lutar contra os crimes e a corrupção. 
   Neste início de março/2012, houve o aumento do preço da passagem das Barcas no Rio de Janeiro, que são responsáveis pelo transporte de 100.000 pessoas, em média, por dia, entre Niterói e Rio de Janeiro, o principal trajeto. Ocorreram muitas manifestações contrárias ao aumento, mas, como resposta, o de sempre, repressão, força policial e finalmente acomodação, aceitação e sensação de impotência e impunidade. Aumento de 60,7%, o estado do RJ irá comprar novas barcas para a empresa, isenção de imposto e o estado irá cobrir parte do valor da passagem! Isso é ultrajante! Contudo, aconteceu algo que nem o governo e a força pública e nem a empresa Barcas S/A esperavam, o campo de batalha mudou para um local que o poder constituído e as forças de repressão não tem o mesmo impacto, a internet.
Sob ataque de um grupo de hackers, já muito conhecido como Anonymous, a assembleia legislativa do Rio de Janeiro viu alguns dados serem publicados na web, os nomes, celulares pessoais, de assessores, endereço, currículo, dos deputados que votaram a favor do aumento da passagem (neste site vc pode verificar esses dados http://pastebin.com/k2EhAUCH). Mas a batalha não parou por aí, esses heróis modernos, que trazem uma nova cultura de resistência e luta, talvez uma mistura ideológica, um anarco-socialismo, invadem o site das Barcas S/A e deixam uma mensagem extraordinária, que representa o que todos gostariam de dizer nesse momento:
  As informações obtidas da empresa Barcas S/A serão divulgadas em breve no Wikileaks e foi sugerida a licitação para essa concessão, o que é legal e óbvio.
  Os Anonymous concluem lembrando:
Nós Somos Anonymous, Nós Somos Uma Legião, Nós Não Perdoamos, Nós Não nos Esquecemos!
   Assinem a petição contra o aumento da passagem:
http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=P2012N21538
Hackers de todo o mundo uni-vos!

Siga Por E-mail