sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Anonymous e a Primeira Guerra Cibernetica

O governo americano está acostumado a intervir em países, às vezes politicamente, outras vezes violentamente, com suas forças armadas, tudo para defender os interesses de seus grupos econômicos, a fatia extremamente gorda de lucro de 1% da população, os detentores do poder dos meios de comunicação entre outros grandes magnatas. Até agora eles não encontraram muita resistência, foi fácil no Iraque, no Afeganistão etc... No entanto, estão entrando em um novo terreno, onde seu predomínio militar e o poder econômico de suas grandes empresas lobistas não influencia, a internet. 
A lei da censura na internet, SOPA (Stop Online Piracy Act), que está para votação, foi a declaração de guerra que muitos usuários da internet já esperavam. Poder tirar do ar qualquer site que veícule qualquer coisa que infrinja o copyright, sem um processo legal, é uma violação dos direitos de livre expressão.
Imagine o Google ao ser usado para uma pesquisa sobre a Angelina Jolie, por exemplo, mostre no resultado da pesquisa um site que apresenta uma foto dela em um filme, divulgada sem autorização das grandes empresas de cinema, só isso já seria o suficiente, pelo SOPA, para tirar o Google do ar. Esse absurdo se estende a todo tipo de apresentação na internet, se vc colocar parte de uma música no seu site, também o terá retirado da web, esse é só o começo, não pensem que por acontecer nos EUA não irá influenciar sua vida aqui no Brasil ou em qualquer outro país. 
Atualmente estamos todos conectados e se essa lei é aprovada lá, pode, com o tempo, ser imposta a cada um dos países do mundo. Cabe a todos nós lutarmos para que a liberdade não seja cerceada, pois primeiro tiram do ar um ou outro site depois só permitem que seja publicado na internet aquilo que não os prejudiquem, assim como o Wikileaks fez e seu criador, Julian Assange, até hoje está pagando por isso. Depois, bem, seguindo o que a história nos mostra, o domínio tende a ser absoluto, derrubando todos que são contra, criando apenas um vencedor, os donos do capital, aquele 1% da população mundial que se banha em ouro para outros 99% pagarem por isso e dentre esse estão aqueles que morrem de sede e fome. 
O primeiro meio totalmente democrático e livre de informação do mundo é a internet, através dela as pessoas conseguem obter oportunidades melhores, de conhecimento, emprego e criação. Com a inclusão digital e fazendo parte dos direitos humanos, a internet transforma o equilíbrio entre os detentores do poder e os demais e se hoje posso externar aqui o que penso, de forma que muitas pessoas terão oportunidade de ler, é devido ao modelo de liberdade democrática da web. Antes somente os proprietários dos meios de comunicação poderiam expor o que querem e pensam, assim dominando o mundo da informação. Isso faz parte da revolução que estamos vivendo, por isso surgiu o movimento Occupy, a mobilização via internet, como a organizada aqui na cidade onde moro, em Uberlândia, contra o aumento abusivo das passagens de ônibus, entre outros no mundo todo. 
A internet já derrubou governos, acabou com ditaduras de décadas, mudou comportamentos, revolucionou também nos meios de comunicação, a mídia física está em extinção, mudou a cultura, antes era o lucro a palavra que determinava o mundo social, na internet essa palavra não é a mais utilizada, basta consultar no próprio google, a palavra é compartilhar, essa é a nova cultura mundial, o novo ser humano que emerge neste turbilhão de transformações sociais. O movimento de resistência e luta já começou! Os usuários da internet, juntamente com os sites de informação, já lançaram a petição contra o SOPA, no AVAAZ, já tem mais de 2.300.000 assinaturas, ao governo americano foi apresentado um abaixo assinado na web de mais de 4.500.000 de assinaturas, números esses que continuam crescendo. Os sites de informação fizeram diferentes tipos de enfrentamento, alguns utilizaram faixas pretas, outros estiveram fora do ar, outros trouxeram mensagens contra o SOPA.

O grupo Anonymous tirou do ar o site do FBI, do departamento de justiça americano, da Universal Estúdios, além de divulgar o valor nas contas bancárias dos proprietários de alguns grandes estúdios. Esse momento é um marco na história, os grandes magnatas do mundo querendo manter sua extraordinária riqueza e poder e os outros 99%, mostrando que a sociedade está mudando. Vamos nos unir para prosseguir nessa luta. Muitos estão argumentando que o direito autoral é violado e os autores perdem com isso, mas não vemos nenhum autor lutando contra a internet, somente as grandes produtoras, distribuidoras e gravadoras. Quando mecanizaram as indústrias e os funcionários foram demitidos, os proprietários das empresas acharam absolutamente normal, não se preocupando com o que aconteceria com os funcionários. O mundo seguiu, a nova forma de produção, mais mecanizada, se estabeleceu e os funcionários tiveram que encontrar seu novo lugar nesse mundo. 
Agora acontece o mesmo com os meios midiáticos, uma nova forma tecnológica surgiu, e a mídia física se torna desnecessária, a distribuição é simples (via web) e a produção, com os softwares e equipamentos caseiros atuais se pode produzir qualquer mídia em casa, filme, música ou livros.
Não me preocupa o que vai acontecer com os magnatas nesse novo meio de produção, assim como eles não se preocuparam com os trabalhadores antes. Desesperados em ter seus lucros infames reduzidos, tentam de tudo, inclusive mudar a lei, para que a legalidade de hoje seja a ilegalidade de amanhã e então possam utilizar de todo seu poder coercitivo para extrais mais lucro da população. Os primeiros resultados já surgiram, vários congressistas americanos que eram favoráveis, aliás dois dos criadores do projeto, ao SOPA, já desistiram, o governo americano e seu presidente Obama, já declaram que discordam da lei como está, e o lobby dos magnatas está tendo seu primeiro revez.
Muitos já entraram de frente nessa briga, eu gostaria de destacar um deles, brasileiro, Maurício de Sousa, criador da turma da Mônica, que tirou seu site do ar e colocou a mensagem abaixo:
Assinem as petições, divulguem em seus sites, blogs, redes sociais, facebook, orkut, twiter, onde mais puder, é assim que começamos a mudar os valores da sociedade do lucro para uma sociedade mais justa.
Assista abaixo o vídeo de convocação do Anonymous:
video

4 comentários:

  1. é um assunto polêmico, que têm que ser bem pensado

    http://rocknrollpost.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Heitor
    Parabens por publicar uma matéria tão importante e informativa aos seus leitores, dos quais passo agora a fazer parte. SOPA os magnatas norte-americanos deveriam dar pra os mendigos que estão enfrentando na rua o frio do hemisfério norte por causa da avareza desses curruptos narcisistas.

    Abraços do Cabeça de Formiga

    ResponderExcluir
  3. A guerra começou!!! Os EUA vão ter que aprender que não mandam no mundo muito menos na internet. Apoio o Anonymous!!!

    Belo texto Maluco!

    ResponderExcluir

Comente, pergunte, tire dúvidas, esse espaço é seu.

Siga Por E-mail